Mancini abre o jogo sobre dores de Hernanes e vê São Paulo “oscilando demais”

A vitória por 2 a 0 sobre o Bragantino não convenceu, e o próprio técnico Vagner Mancini admite que o São Paulo tem muito a evoluir pela frente. Em entrevista coletiva após a partida, ele admitiu a oscilação da equipe e falou sobre as condições físicas de Hernan, que em sua visão ainda não atingiu o ápice do seu rendimento porque está inseguro.

“O Hernanes é um atleta que consegue jogar em várias funções. Do que ele precisa? De jogo! Em um certo momento, perguntei até como ele estava porque sei que ele precisa jogar os 90 minutos”, disse o treinador interino, que cuida do elenco enquanto Cuca não estreia. “Ele é um cara que pode jogar como segundo, terceiro homem, mais solto… Mas ele precisa ter a convicção de estar em um bom momento na parte técnica. A gente está refém do tempo, e sabe que Hernanes não está zerado da dor”, revela Mancini.

O desempenho foi melhor do que nos jogos anteriores, mas ainda longe do que a equipe pode render.

“A gente ainda oscilou muito na partida, mas era de fundamental importância que vencêssemos”, pondera Mancini