Cuca revela choro de Liziero e mal-estar de Antony

O São Paulo não teve força máxima no empate por 0 a 0 na primeira final do Campeonato Paulista, no estádio do Morumbi. Em entrevista coletiva após o clássico contra o Corinthians, o técnico Cuca revelou que Liziero chegou a chorar ao saber que seria desfalque, enquanto Antony foi para o jogo longe das condições físicas ideais.

“O Antony é um dos jogadores mais importantes na nossa criação de jogadas, mas não estava bem, estava com alguma fraqueza. Nos primeiros quinze minutos tentamos dar uma vitamina, uma glicose para ele, e até surgiu a dúvida se era melhor ele sair. Ele jogou debilitado, por isso foi abaixo da expectativa”, justificou o treinador são-paulino, explicando que “ainda não é possível detalhar” o que causou o mal-estar.

“Ele é um jogador de arquibancada, e hoje jogou com o maior público da vida dele. A gente não sabe se isso às vezes influencia também. Temos que ver”, arriscou Cuca.

A indisposição de Antony não foi o único problema médico do São Paulo nesta semana, visto que Pablo e Liziero perderam o clássico por lesão. O volante chegou a passar por um teste de vestiário, mas acabou ficando fora até do banco de reservas.

“Ele com certeza tem alguma coisa. Ontem falando comigo ele foi às lágrimas, tamanha a vontade de jogar”, revelou o treinador, que agora espera o meio-campista passar por exames para saber se o terá à disposição no próximo domingo (21), data da finalíssima.